Como sincronizar seus favoritos entre diferentes navegadores

Todos os browsers possuem recursos que sincronizam suas configurações, histórico, senhas e favoritos. Mas desta forma, tudo isso fica disponível apenas no mesmo programa em diferentes sistemas operativos.

No dia 01 de maio deste ano, a LogMeIn, dona do LastPass e do X-Marks, aposentou este último. O X-Marks era um serviço multiplataforma que permitia manter seu histórico, abas e favoritos em sincronia sem grandes dificuldades.

Seu fim já era esperado pois, no passado recente, ele foi abandonado. Isso fez surgir mais problemas de compatibilidade com novos navegadores, como o Firefox Quantum, e de sincronização. Agora que ele se foi, seus usuários estavam órfãos de algo equivalente.

Felizmente, agora a história muda. Hoje apresento a você o syncmarx, que não tem relação alguma com o Marxismo. Na verdade, ele tenta muito discretamente copiar o nome do serviço que o antecedeu. Por essa ninguém esperava.

Syncmarx
Interface do syncmarx

Ele funciona assim: você instala o complemento no Chrome, Firefox ou Opera e autoriza que uma pasta seja criada em sua conta do Dropbox. Nela, ele vai salvar minúsculos arquivos contendo os bancos de dados com os favoritos que você sincronizar.

Cada um deles é um perfil. É possível criar vários perfis para separar os pessoais daqueles usados no trabalho, por exemplo. No momento, apenas o Dropbox é compatível mas no futuro o Google Drive deve ser adicionado.

Por ser um programa em estágio bem preliminar de desenvolvimento, existem alguns problemas conhecidos. Antes de mais nada, faça backup dos seus favoritos em cada navegador que utiliza para que nada seja perdido em caso de problemas.

No site, o autor menciona que no momento a extensão não consegue lidar com ou organizar duplicatas dentro da mesma pasta. Também não é possível sincronizar funcionalidades específicas dos navegadores como etiquetas e separadores.

Outra coisa que você deve saber caso use o Firefox é que a pasta de favoritos não organizados não é sincronizada pelo serviço. Algumas destas limitações se dão por conta da interface de integração que os navegadores oferecem.

Mas aos poucos os outros problemas devem ser solucionados. Caso queira forçar o upload ou download do atual acervo de favoritos do navegador que estiver usando, isso é possível. Também dá para determinar o intervalo de tempo entre as sincronias.

Ele vem sem nenhum perfil criado, então trate de fazer um na aba Profiles. Na tela inicial, você pode forçar a sincronização a qualquer momento, ver quando a última foi realizada e quantos favoritos e pastas estão salvos.

Apesar do estágio de desenvolvimento em que se encontra, o syncmarx tem funcionado muito bem. Falta apenas tratar dos pontos fracos mencionados e se tornar compatível também com a versão móvel do Firefox.

Diga o que achou

Seu endereço de e-mail não vai ser publicado. Campos obrigatórios contém um *