Muitas vezes precisamos copiar um texto presente numa página da internet mas não podemos sequer selecioná-lo. Noutras vezes, acontece do texto poder ser copiado, mas não sem vir com uma mensagem e link da publicação.

Para contornar essas situações, existem complementos que impedem a execução dos scripts que resultam nesses bloqueios. Mas por que os sites fazem essas coisas com seus usuários? Por maldade, será?

Na verdade, os motivos são muitos: desde questões de segurança em sites que lidam com transações financeiras até impedir plágio de textos em grandes portais. Mas é fácil burlar esses impedimentos, como veremos a seguir.

Google Chrome e Opera

Nestes navegadores, você pode utilizar o complemento Allow Copy. Além de fazer o que o nome sugere, ainda desbloqueia menus de contexto acessíveis pelo clique com o botão direito do mouse sobre a página.

Usuários do Opera vão precisar de um passo extra: a instalação do complemento Install Google Extensions. Com ele, vai ser possível ter acesso a boa parte do que está na loja oficial do Chrome.

Uma limitação do Allow Copy é que ele não fica ativo o tempo todo. Sempre que você encontrar um site que implementa o bloqueio, será necessário clicar no ícone da extensão presente na barra de ferramentas.

Mozilla Firefox

O Firefox costumava ter uma configuração escondida que permitia selecionar e copiar textos em páginas da internet. Ela ainda existe, mas os scripts se tornaram mais espertos e o recurso não funciona mais em muitos lugares.

Para resolver isso, precisaremos contar com a funcionalidade de complementos também. Aqui vamos usar a extensão Enable Right Click and Copy, que faz as mesmas coisas do equivalente no Chrome.

A diferença fica por conta de que neste caso o desbloqueio fica ativo o tempo inteiro. Qualquer site que você acessar, basta selecionar e copiar o texto como de costume que vai dar tudo certo.

E se você usa a versão móvel do Firefox no seu smartphone, saiba que é possível instalar esse complemento e passar a não sofrer impedimentos mesmo quando não estiver no computador.

Prontinho, seus poderes sobre as páginas da internet estão de volta. Mas não vamos usar eles para praticar o mal, certo? Nada de sair copiando textos (inteiros ou não) e cometendo o crime de plágio.

“Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”.