Como proteger sua conta no Telegram e WhatsApp de hackers

Quando se acessa uma conta do Telegram ou WhatsApp em um novo dispositivo, a ativação envolve receber uma ligação ou mensagem por SMS. Esses métodos sofrem de vulnerabilidades visadas por hackers e que não são uma falha dos mensageiros em si.

O problema está nas operadoras e nas tecnologias que elas usam. O SMS por exemplo é obsoleto e cheio de falhas estruturais. Um hacker bem equipado pode interceptar as mensagens antes mesmo de chegar ao número de destino.

E os supostos hackers envolvidos no caso #VazaJato dizem ter usado uma técnica que envolve a caixa postal das vítimas. Especialistas são céticos sobre a viabilidade desse método, mas há ainda outras formas de se obter acesso não autorizado.

Uma das mais comuns envolve transferir a linha da vítima para um chip novo, desativando o original no processo. Assim, pessoas mal intencionadas usam isso para se passar pelas vítimas e pedir dinheiro aos contatos dela.

Também serviria aos propósitos do hacker de ter acesso às conversas das autoridades da operação Lava Jato. Mas desse modo os envolvidos não ficariam recebendo ligações do próprio número, já que seus chips estariam totalmente desativados e sem serviço.

Apesar das vulnerabilidades indiretas, ambos os mensageiros contam com uma ferramenta para se defender disso: verificação em duas etapas. Desta forma, nenhum hacker poderá acessar a sua conta mesmo que clonem sua linha.

Aqui não basta ter acesso ao código por SMS, ligação ou caixa postal. O hacker vai precisar ainda do segundo fator: uma senha que só você sabe. O Telegram implementou isso primeiro e o WhatsApp copiou em seguida.

No mensageiro azul você pode usar uma combinação alfanumérica, enquanto no mensageiro verde você cria um código numérico com seis dígitos. Veja a seguir como ativar esses recursos de segurança.

Protegendo o Telegram de hackers

No app instalado em seu celular, toque nos três tracinhos ao lado do nome Telegram acima da sua lista de conversas. Em Configurações, toque em Privacidade e Segurança. Em seguida, toque em Verificação em Duas Etapas.

Agora toque em Configurar Senha Adicional. Primeiro digite e repita a senha desejada, depois insira uma dica para lembrar dela. Cuidado para não deixar muito fácil. Você também pode digitar qualquer coisa em vez disso, como “Acesso negado”.

Em seguida, opcionalmente você pode digitar um endereço de e-mail para recupeção em caso de esquecimento. Se prefirir cadastrá-lo, para concluir o processo será necessário digitar um código enviado para sua caixa de entrada.

Atenção: ative a verificação em duas etapas na sua conta de e-mail para evitar que ela se torne uma brecha de segurança! A propósito, ative esse recurso onde for possível.

Verificação por duas etapas ativada no Telegram

Prontinho, agora suas conversas estão mais seguras. Para aumentar sua proteção, ainda nas configurações de Privacidade e Segurança, você poderá definir uma Senha de Bloqueio. Entenda como funciona para que serve:

Com ela, após determinado intervalo de tempo ou ao tocar num cadeado, o Telegram vai pedir a senha que você cadastrar ou sua biometria para dar acesso às conversas. Assim você pode manter seus papos privados quando empresta o celular para alguém.

Protegendo o WhatsApp também

Já no mensageiro do Zuckerberg, você não vai ter esse último recurso nativamente. Mas ao menos poderá proteger sua conta com uma senha de seis dígitos numéricos. Para ativar, toque nos três pontinhos no canto superior direito do app.

Em seguida vá em Configurações, depois em Conta e então em Confirmação em duas etapas. Toque em Ativar e defina sua senha numérica. Aqui também você pode (opcionalmente) definir um e-mail para recuperar seu acesso caso esqueça o código.

Verificação em duas etapas ativada no WhatsApp.

Depois de informá-lo duas vezes, você estará pronto. Uma vez configurado, você pode desativar a verificação por duas etapas, mudar a senha numérica ou mudar o endereço de e-mail de recuperação.


Prontinho, desta forma não importa se você é ministro, presidente ou um mero mortal. Ninguém será capaz de acessar sua conta e conversas ou vazá-las para a imprensa. Pode dormir tranquilo.

Acompanhe pelas redes sociais