Como fazer o Facebook parar de seguir você fora da rede social

Publicado em 06/02/2021    Tecnologia    2 minutos de leitura

O Facebook é uma rede social incrivelmente popular com 2,8 bilhões de usuários ativos mensais e US$ 28 bilhões em receitas, de acordo com relatórios sobre o último trimestre de 2020.

Todo esse dinheiro vem da multidão que usa a rede social enquanto consome anúncios. E essa publicidade vem de algum lugar. O Facebook é capaz de perseguir você enquanto navega pela internet.

Ou seja, fora dos domínios de Mark Zuckerberg. É por conta disso que suas buscas, por exemplo, acabam virando propaganda no feed. São criados perfis sobre você com base no que consome online.

Contando com essas informações e com as ferramentas disponibilizadas pela rede social, foi possível até manipular pessoas. Ou coisas mais banais como pregar peças em colegas de quarto.

Para evitar que o Facebook continue com esse comportamento de te acompanhar por onde for, a rede social disponibiliza uma página onde realizar os ajustes necessários.

Uma vez terminado, ao menos em tese, a rede social deve parar de considerar você fora do jardim murado de Mark Zuckerberg.

Impedindo o Facebook

É bem simples e rápido: comece acessando as configurações de privacidade referentes a atividades fora do Facebook. Depois procure pelo link “Desconectar histórico”.

Tela de confirmação do recurso Desconectar Histórico.

Leia as informações apresentadas (imagem acima) e clique no botão azul para confirmar. Agora, no menu “O que você deseja fazer?”, clique em “Mais Opções” e depois em “Gerenciar atividade futura”.

Você então verá esta tela:

Tela de apresentação do recurso Gerenciar Atividade Futura.

Clique no botão azul e na tela que surge, desmarque “Atividade fora do Facebook futura”:

Desmarque esta caixinha para continuar.

Pronto! Agora estamos terminados e o Facebook deve parar de farejar sua navegação. A propósito, esse rastreamento se dá através de recursos presentes em páginas da internet.

Entre elas temos caixas de comentários, botões “Curtir”, botões compartilhar, pixels de rastreamento, entre outros recursos.

Quer mais privacidade ao passear pela web? Já publiquei anteriormente alguns textos sobre privacidade como este aqui e este aqui também, que cobrem mais do que só o Facebook.

Outras soluções estão a caminho. Então acompanhe o blog para saber quando forem publicadas!

Visitante, fique por dentro!
Para mais conteúdos como este, siga:

E se você gostou da leitura
Compartilhe esta postagem e espalhe a palavra: