Como pagar contas e boletos com o cartão de crédito

Esta pode ser uma ótima ideia para quem deseja acelerar o ganho de milhas e pontos ou para quem apenas quer concentrar seus compromissos numa só fatura. Vários aplicativos e bancos oferecem a opção de pagar compromissos com o limite do cartão.

Ao quitar seus boletos desta forma, suas contas já ficam pagas mas você tem até 40 dias para que a fatura chegue com as cobranças.

Bancos de varejo

Para pagar suas contas com cartão de crédito de onde é correntista, visite o Internet Banking. Na tela de pagamentos insira a linha digitável da conta no campo adequado. Em seguida, selecione se deseja pagar com débito em conta ou no cartão.

Essas alternativas aparecem, por exemplo, no Banco Itaú e no Bradesco. No primeiro, não há cobrança de tarifas pelo serviço. Mas existe uma taxa de juros de 2,99% a.m. pro-rata e IOF por cada conta paga no chamado modo avulso.

Ao automatizar esse tipo de transação para contas compatíveis, você paga somente o IOF. Já no segundo banco, é cobrada uma amarga tarifa de R$ 16 (PDF) por conta paga usando o limite de crédito do cartão.

Algumas instituições financeiras permitem fazer esse tipo de pagamento através do aplicativo em um aparelho devidamente autorizado. Consulte os juros e tarifas que seu banco cobra antes de sair pagando contas com o limite do cartão.

Os bancos são livres para cobrar ou não pelo serviço mas, mesmo sem tarifas específicas, pode incidir juros e IOF.

MercadoPago

O MercadoPago oferece diversos recursos, como pagar por combustível e também boletos. Até contas de consumo podem ser pagas através deste serviço, mas boletos com linha digitável terminada em 000 não são aceitos.

As contas podem ser quitadas usando saldo no app ou cartão de crédito cadastrado. Até somar R$ 1.000 em pagamentos no cartão, não há tarifas. Acima disso, passa a ser cobrado 2,99% sobre o valor de cada débito.

RecargaPay

O RecargaPay é conhecido pelas recargas de celular com desconto de 5% ao usar saldo em conta. Com o tempo ele foi acrescentando outros recursos, entre eles pagar boletos e contas de consumo como água, luz e telefone.

Além do mencionado saldo no app, você pode cadastrar um cartão de crédito ou nem isso: o serviço é compatível com Apple Pay no iOS e Google Pay no Android, puxando os dados do cartão que você tem adicionado nessas carteiras digitais.

Aqui as faturas dos seus cartões também são aceitas. Não há um limite claro para pagamentos debitados do cartão antes que se comece a cobrar taxas. Relatos na internet sugerem que ele fica entre R$ 1.000 e R$ 4.500 a depender do usuário.

Acima disso, é cobrado uma taxa de 2,99% por pagamento. Ao se cadastrar por este link (ou usando o código caredu402), você ganha R$ 10 para recarregar um celular pré pago e abatimento de R$ 5 do total da primeira conta que for quitada.

Tudo o que você consome através do app tem uma porcentagem de desconto se for usado o saldo no aplicativo. E você ainda pode parcelar os pagamentos que fizer através do cartão de crédito, mas fique atento a uma coisa:

O RecargaPay costuma fazer esse parcelamento automaticamente. Se não é o que deseja, lembre sempre de mudar para pagar em apenas uma vez.

PicPay

O PicPay é um serviço similar aos demais e oferece opções de recarga de celular, pagar pessoas, estabelecimentos e muito mais. Tudo pode ser feito com saldo no app ou após cadastrar um cartão, incluindo pagar contas.

Porém, ao contrário dos concorrentes, há um acréscimo de 2,99% em todos os pagamento no cartão e um limite de transações de R$ 800 no mês. Por isso deixei ele por último, já que é mais limitado nesse sentido do que os outros.

Só ganha mesmo dos bancos, que podem incluir ainda IOF a cada transação. Se quiser amenizar isso com um abatimento de R$ 10 no primeiro gasto que você fizer usando um cartão de crédito, use este link ou o código 2Z2T para se registrar.

Vale a pena?

De acordo com a Serasa, pagar contas com o cartão de crédito não compensa se houver a cobrança de taxas. Aí é melhor pagar à vista. Ainda que o banco cobre apenas o IOF, mesmo assim é uma tarifa a mais além do valor do documento.

Você também deve pensar se tem bala na agulha para quitar a fatura de uma só vez quando ela chegar. Afinal, há incidência de juros e até financiamento automático da diferença caso você pague qualquer valor entre o mínimo e o total da fatura.

Isso é muito arriscado para sua saúde financeira e facilita sair do controle. Então a menos que você use um dos outros serviços apresentados e tenha certeza de que vai conseguir quitar a fatura quando ela chegar, prefira outras formas de pagamento.

Gostou? Não perca um post novo do blog: