Tem um site que sabe o que você baixou por torrent recentemente

Quando você baixa um arquivo por torrent, não está fazendo isso de forma anônima. Seu endereço IP verdadeiro está exposto para quem quiser ver. Isso entrega logo de cara o nome do seu provedor de internet e a cidade onde você reside. Mas a geolocalização nesses casos não costuma ser precisa.

Como tudo funciona

O sistema BitTorrent trabalha de forma que cada pessoa interessada num arquivo se torne fonte para que outra pessoa o baixe. O site I Know What You Download se aproveita desse comportamento e vasculha a rede sem parar. Nos últimos 30 dias, reuniu informações públicas sobre mais de 460 mil torrents baixados por mais de 70 milhões de endereços IP únicos.

O site detecta o seu IP e lista quais arquivos tinham esse endereço presente na lista de fontes. É possível também colar um endereço IP na barra de busca e descobrir quais downloads estão associados a ele. Você pode ainda espionar um amigo enviando um endereço encurtado por esta página.

Quando o desavisado clicar, terá o IP detectado e será encaminhado para o site que você escolheu. Ele nem vai perceber o que houve. Enquanto isso, você verá uma página com a lista de coisas que ele andou baixando, mas o endereço IP dele não será exibido.

Se nada aparecer, significa que seu amigo não baixou arquivos ou que o endereço IP dele é dinâmico (muda o tempo todo). Outra possibilidade é que ele usou uma ferramenta de anonimato, como uma VPN. O mesmo vale para caso você acesse o site e nada apareça com relação ao seu IP.

Existem limitações

Para funcionar, os arquivos precisam ser baixados de indexadores públicos, como o The Pirate Bay. Indexadores privados são fechados para usuários cadastrados e não tem o índice exposto publicamente. Eles também não usam o protocolo DHT, evitando que pessoas de fora possam baixar contornando o indexador deles.

Quando seu provedor de internet compartilha um mesmo IP para diversos usuários, podem aparecer arquivos que você não baixou. Assim, mesmo que você não tenha baixado nada, uma lista de arquivos vai aparecer. Com o esgotamento dos endereços IPv4, muitos provedores tem passado a compartilhar um mesmo IP enquanto não implementam o protocolo IPv6.

Usuários que possuem endereço IP dinâmico também podem encontrar arquivos que não foram baixados por eles, mas sim pelo usuário anterior da mesma sequência numérica.

Quem está por trás

Várias empresas ganham a vida dedurando quem baixa arquivos de forma ilegal. Elas permitem que detentores de direitos autorais notifiquem usuários de pirataria. No Brasil isso é raro, mas em outros países você pode receber desde um aviso do provedor de internet até um processo judicial.

É isso que a empresa por trás do ‘I Know What You Download’ faz. Eles reúnem informações que associam um determinado IP a um download ilegal e fornecem provas adicionais para certificar que uma coisa está ligada a outra. Para demonstrar sua capacidade e poderio, lançaram esse site com a associação básica das duas coisas.

Os clientes da empresa responsável incluem organizações internacionais, autoridades policiais, detentores de direitos autorais e plataformas de publicidade. Eles também ajudam empresas e organizações a descobrir mais informações sobre o uso de suas redes para downloads ilegais.

Eles não costumam atender requisições de qualquer indivíduo, a menos que se trate de conteúdo de uma pessoa divulgado sem autorização.  Mas para o grande público, o site serve apenas como aviso sobre como tudo é visível a todos na rede BitTorrent.

Com informações do TorrentFreak.

Acompanhe pelas redes sociais