O que fazer agora que o Windows 7 está chegando ao fim da vida

O fim do Windows 7 se aproxima, ele está prestes a bater os bits. Mas podem existir diversos motivos para você permanecer nele, porém uma vez que o suporte for cortado, o sistema ficará vulnerável.

O que isso tudo significa?

Exatamente o que o nome sugere. Após o dia 14 de janeiro de 2020, a Microsoft desligará todo e qualquer suporte ao Windows 7. Toda a assistência técnica e atualizações de segurança não vão mais ser fornecidas para este sistema.

Já faz mais de dez anos que o Windows 7 foi lançado, o que é uma longa vida em anos de sistema operacional. Já é considerado velho e vulnerável, o que vai piorar uma vez que não houverem mais atualizações para ele.

Mas se você tem dinheiro o bastante, uma sobrevida pode ser dada. A Microsoft cobra US$ 350 por mais três anos de suporte, mas isso só vale para versões específicas do sistema e se você for uma pessoa jurídica.

Somente as versões Pro e Enterprise, assim como empresas, organizações profissionais e computadores que mantém sistemas críticos podem solicitar o suporte estendido. E entre as condições está provisionar uma transição para o Windows 10 ao final.

Interface do saudoso Windows 7.
Interface do bom e velho Windows 7. Imagem: Reprodução/Supinfo

Posso continuar usando o Windows 7?

Claro que sim, ele não vai parar de funcionar de repente, só não vai mais receber atualizações. Não tem como a Microsoft te impedir remotamente de continuar usando um sistema vulnerável. Os problemas são aqueles já mencionados, mas não somente.

Além de não ter mais assistência técnica nem atualizações de segurança, os desenvolvedores dos seus programas favoritos também vão deixar de lançar atualizações voltadas ao Windows 7. Assim, com o tempo você terá que procurar alternativas.

Ou então deixar de receber os recursos, novidades e correções mais recentes, permanecendo numa versão antiga do programa. Qualquer problema que você tiver não será mais solucionado pois o sistema operacional perdeu o suporte da Microsoft.

Posso remover a notificação de fim do suporte?

Pode sim. Em 19 de março de 2019, a Microsoft lançou a atualização para Windows 7 chamada KB4493132. Ela faz o sistema passar a notificar que o fim do suporte se aproxima. Quem ainda usa o sistema mas quer deixar de ver isso tem duas opções:

  1. Quando a notificação do fim do suporte ao Windows 7 aparecer, clique em “Não lembrar novamente”. Isso fará com que o aviso pare de aparecer. Se você fechar a janela sem marcar a caixinha, logo a notificação estará de volta;
  2. Encontrar e desinstalar a atualização KB4493132. É possível fazer isso em Painel de Controle > Programas > Programas e Recursos > Atualizações instaladas. Procure na lista até encontrar a atualização desejada, clique com o botão direito do mouse sobre ela e selecione Desinstalar.

Especificações mínimas do Windows 10

Uma boa consideração a ser feita antes de fazer o upgrade para o Windows 10 é se o seu computador tem os requerimentos mínimos:

  • Processador de 1 GHz ou mais;
  • Memória de 1 GB para sistema 32 bit ou 2 GB para sistema 64 bit;
  • Pelo menos 16 GB de espaço na versão 32 bit ou 20 GB para a versão 64 bit;
  • Placa de vídeo com suporte ao DirectX 9 ou posterior;
  • Tela com resolução de pelo menos 800×600.

Esse é o basicão para rodar o sistema, o que pode trazer problemas por conta dos recursos escassos. Quanto mais poder de fogo o seu computador tiver, melhor será a experiência, mesmo que o Windows 10 tenha sido desenvolvido para rodar num leque amplo de hardware.

Enquanto 1 GB de memória e 1 GHz de processador eram o bastante para o Windows 7, o mesmo não se pode dizer com certeza sobre o Windows 10.

Ainda dá para atualizar para o Windows 10 de graça?

O período oficial para atualizar gratuitamente se encerrou no dia 29 de julho de 2016. Apesar disso, mesmo após a janela expirar, muitas pessoas relataram ter conseguido o upgrade gratuito para o Windows 10 partindo do Windows 7, 8 e 8.1.

Mesmo aqueles que nunca baixaram o programa para obter o Windows 10 de graça e decidiram fazer a atualização depois se depararam com um sistema perfeitamente licenciado. Porém, não existe qualquer garantia de que vá dar certo.

Se quiser tentar, apesar do aviso, pode valer a pena:

  1. Acesse a página de download do Windows 10;
  2. Clique em Baixar a ferramenta agora;
  3. Abra o programa e selecione Atualizar este computador agora;
  4. Siga as instruções na tela.

Quando todo o processo terminar, pressione as teclas Windows + I na sua área de trabalho, vá em Sistema > Sobre e veja o status da licença em Especificações do Windows. Caso não tenha dado certo, você pode reverter a operação e voltar ao Windows 7.

Devo fazer backup de arquivos importantes antes do upgrade?

Sem dúvidas. Criar cópias de segurança dos seus arquivos é algo que deveria ser feito sempre e não apenas na hora de atualizar o sistema operacional. Em situações adversas, essa é a melhor forma de recuperar seus dados.

Agora que o Windows 7 está no fim da vida, você deveria começar a fazer isso com mais frequência ou diminuir o intervalo entre backups caso já faça isso. Qualquer vulnerabilidade encontrada após desligarem as máquinas vão permanecer sem correção.

Dessa forma, seus dados estarão em risco e fazer backups mais frequentes mitiga parte do problema. E mesmo que o instalador do Windows 10 prometa manter seus arquivos intactos, é sempre bom ter uma cópia de segurança para fazer jus a este nome.


O próximo na fila de sistemas pré-Windows 10 a perder o suporte é o Windows 8.1 em 10 de janeiro de 2023. Veja outras datas.

Acompanhe pelas redes sociais