Como saber quem compartilhou seu e-mail com spammers

Publicado em 14/08/2020    Tecnologia    2 minutos de leitura

Às vezes começamos a receber e-mails que não solicitamos, o famoso spam. Eles incluem newsletters, promoções, essas coisas. É possível que algum site tenha compartilhado seu endereço de e-mail para listas indesejadas. Mas é fácil descobrir quem foi.

Dá para criar um e-mail de rastreamento em alguns serviços como o GMail do Google e o iCloud da Apple. Assim é possível para saber quem andou dando com a língua nos dentes e compartilhando seu e-mail com quem não deveria saber dele.

Vamos supor que seu endereço seja [email protected]. Agora enquanto preenche esse e-mail em algum site, inclua o nome do próprio site no endereço. Você vai fazer isso de acordo com essa sequência:

  • Seu nome de usuário, que é aquilo que vem antes do sinal de arroba (@). Neste exemplo é joaodasneves;
  • Um sinal de mais (+);
  • Nome ou apelido para o site onde está se cadastrando;
  • O restante do endereço. Neste exemplo é @gmail.com.

Então digamos que o nome do site é Spamtec. Ao se registrar nessa hipotética página da web, você usaria o seguinte e-mail baseado no nosso exemplo: [email protected]. As mensagens continuariam chegando na sua caixa de entrada normalmente.

A diferença é que agora você vai saber quem vazou seu endereço de e-mail ao olhar o remetente do spam. Lá vai estar o sinal de mais seguido pelo nome do site culpado pelo vazamento. Depois disso, reclame com a página e peça para que remova você da lista.

Ora, ora, parece que temos um Sherlock aqui…

Visitante, fique por dentro!
Para mais conteúdos como este, siga:

E se você gostou da leitura
Compartilhe esta postagem e espalhe a palavra: