As empresas sabem se você é bom pagador através de uma pontuação chamada de score que vai de zero a mil. Com base nela, podem liberar crédito para você em forma de cartões, empréstimos e serviços.

Caso suas solicitações estejam sendo recusadas, é bom dar uma olhada na sua pontuação. Para fazer isso, há empresas e estabelecimentos que cobram cerca de R$ 10 para fazer a consulta e fornecer um relatório.

Nele você encontra informações sobre dívidas em seu nome e quem consultou seu CPF. Mas se você só quer saber qual sua pontuação e se há dívidas protestadas, é possível fazer isso de graça.

Quem determina o score do seu CPF são duas empresas: a Serasa Experian e a Boa Vista SCPC. São os dois principais bancos de dados consultados quando se quer saber se alguém paga suas contas em dia.

Outro nome muito conhecido dos brasileiros é o SPC, que usa o banco de dados da Serasa. Elas oferecem serviços que, com base na metodologia de cada uma, apontam um score e quais débitos existem em seu nome.

A Serasa tem o site Serasa Consumidor e a Boa Vista tem o Consumidor Positivo. Após fazer o cadastro nesses serviços, você pode conferir sua pontuação gratuitamente.

Também é possível aproveitar feirões de renegociação e quitar suas dívidas, caso existam. A propósito, é muito importante manter as contas em dia caso queira manter seu score alto e não ter pedidos recusados.

Mas não saia pedindo muito crédito por aí, como vários cartões e empréstimos, pois isso é mal visto pelo mercado e reduz sua pontuação. Para eles, soa como desespero e irresponsabilidade financeira.

Você pode consultar seu score quantas vezes quiser que isso não vai impactá-lo. Lembrando que ele não é a única informação consultada para te fornecer crédito, mas é importante no quadro geral.

Por fim, para conferir cinco dos principais mitos e verdades sobre a pontuação, veja essa lista no blog da Serasa. E para saber como aumentar seu score, leia isso aqui.