Tecnologia

Como atualizar do Windows 7 para o Windows 10 de graça

Publicado em 25/01/2020    5 minutos de leitura

A oferta da Microsoft para atualizar o Windows 7 e o Windows 8.1 para o Windows 10 acabou há anos. Mas você tecnicamente ainda consegue fazer isso gratuitamente. A gigante continua ativando licenças do Windows 10 para quem faz o upgrade.

E agora que o Windows 7 perdeu todo o suporte da empresa, é importantíssimo que você atualize seu sistema. Caso contrário, você vai ficar com um SO desatualizado e obsoleto, repleto de riscos de segurança que não serão mais corrigidos.

Mas é bem simples atualizar do Windows 7 para o Windows 10 sem pagar nada e começo pelo jeito mais simples. Contanto que seu computador atenda aos requerimentos mínimos para Windows 10, tudo deve correr bem.

Antes de prosseguir, faça uma cópia de segurança dos seus programas, documentos e tudo o que for importante para você. Apesar de ser dada a opção de preservar algumas coisas, a diferença entre sistemas pode apagar mais do que o esperado.

Usando a ferramenta de criação

Depois de criar uma cópia de segurança dos seus arquivos, baixe a Ferramenta de Criação do site da Microsoft. Quando questionado, selecione “Atualizar o computador agora”. Em seguida, o programa vai perguntar se você deseja salvar seus arquivos ou começar do zero.

Ao final do processo, você deve receber uma licença do Windows 10 gratuitamente, que pode ser encontrada em Configurações > Atualização e Segurança > Ativação. Ela vai refletir a versão do Windows 7 que você tinha.

Se você possuía uma edição do Windows 7 Home, vai receber uma licença para o Windows 10 Home.

Atualizando com o PowerShell

Essa alternativa é super simples, tudo é feito automaticamente, mas depende do PowerShell instalado e ele está disponível a partir do Windows 7 SP1. Se você não tem essa atualização, abra o Windows Update e instale tudo o que tiver direito.

Quando estiver pronto, procure por PowerShell no menu Iniciar mas não clique nele diretamente. Em vez disso, clique com o botão direito do mouse sobre o resultado da pesquisa e selecione para abrir como administrador.

Por segurança, o programa não roda scripts por padrão até que uma chave seja alterada no registro. Para prosseguirmos, digite:

Set-ExecutionPolicy Unrestricted

Agora feche a janela do PowerShell. O próximo passo é baixar esse script trazido pelo pessoal do LifeHacker. Se preferir não baixar nada ou caso o link tenha saído do ar, crie um novo arquivo de texto e cole o seguinte dentro dele:

$dir = "c:\temp"
mkdir $dir
$webClient = New-Object System.Net.WebClient
$url = "https://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=799445"
$file = "$($dir)\Win10Upgrade.exe"
$webClient.DownloadFile($url,$file)
Start-Process -FilePath $file -ArgumentList "/quietinstall /skipeula /auto upgrade /copylogs $dir" -verb runas

Salve o arquivo com a extensão .ps1 em vez de .txt. Exemplo: atualizar.ps1. Tenha a certeza de que o arquivo gerado não ficou com a extensão .ps1.txt. Para continuar, clique com o botão direito sobre o arquivo recém salvo.

Agora selecione “Abrir com o PowerShell” e confirme os diálogos que o Windows jogar na tela. Uma janela do PowerShell vai aparecer e sumir rapidamente e nada vai acontecer por um momento. Mas se você abrir o Gerenciador de Tarefas, vai ver um processo chamado Windows10UpgraderApp.exe.

Seu computador vai reiniciar automaticamente quando for necessário e o instalador do Windows 10 vai fazer o trabalho dele sem qualquer ação necessária da sua parte. Tanto que você vai saber que tudo está pronto quando o computador te pedir pra fazer algo, como por exemplo aceitar os termos legais:

Daí você estará a poucas telas de ter o Windows 10 instalado em seu computador e pronto para usar. Uma coisa que você vai perceber ao final do processo é que seus arquivos e aplicativos devem estar todos lá, pois esta não foi uma instalação “limpa”.

Como eu disse anteriormente, não há garantias de que exatamente tudo estará ali para você como estava antes, por isso é muito importante que você tenha feito uma cópia de segurança antes de começar o procedimento.

Alguns programas podem não ter sido transferidos para o novo sistema por conhecidas incompatibilidades. Por conta disso, será preciso procurar alternativas para tê-lo de volta ou instalar um programa similar que atenda às necessidades.

Como na alternativa de atualização do tópico anterior, se você tinha uma versão ativada do Windows 7, vai receber uma versão equivalente e ativada do Windows 10 como resultado. Se não for o caso, o novo sistema deve aceitar sua chave usada para ativar o Windows 7.

Redefinindo a política de execução do PowerShell

Para todo mundo ficar seguro, não esqueça de restaurar o PowerShell para seu estado original contra a execução de qualquer script. Abra o programa como administrador como ensinado antes e digite o seguinte:

Set-ExecutionPolicy Restricted

Prontinho. Tudo certo e tudo feito. Agora atualize seu sistema e comece a brincar com o Windows 10.

Visitante, fique por dentro!
Para mais conteúdos como este, siga:

E se você gostou da leitura
Compartilhe esta postagem e espalhe a palavra: